Quais celulares as autoridades usam?

As autoridades são pessoas visadas, sendo fundamental que haja um sigilo das suas informações, então a segurança deve ser um item obrigatório na hora de escolher qual celular usar ou até mesmo optar por não utilizar.

A segurança vai além do que ter apenas uma senha no celular, também significa estar protegido contra tentativas de invasões de hackers e agências de espionagem para saber a fundo a rotina de um líder mundial. Nessa situação, para uma autoridade ter seu celular grampeado é uma grande falha de segurança nacional.

Durante muitos anos os líderes mundiais mais bem relacionados usavam um BlackBerry para ler seu e-mail quando estavam em movimento. Como os tempos mudaram não é mais tão comum utilizar esse modelo, já que as marcas variam bastante.

Veja a seguir quais aparelhos foram usados por algumas das principais autoridades.

Donald Trump (Estados Unidos)

Ao assumir a presidência, o norte-americano se desfez do seu telefone Android para usar um modelo mais “seguro e confiável”, de acordo com o site, Associated Press. Trata-se de um celular feito para uso exclusivamente profissional, no qual é impedido de que tenha acesso a maior parte da internet.

Já o ex presidente dos EUA Barack Obama, começou sua trajetória presidencial nos Estados Unidos trocando seu aparelho por um BlackBerry, porém, com o tempo o modelo foi substituído por uma versão moderna e atualizada, no fim foi trocado por um iPhone.

Angela Merkel (Alemanha)

O celular de Angela Merkel ficou famoso por ter sido espionado pela NSA. Ela usou um Nokia 6260 Slide para seu uso pessoal, já para assuntos de Estado foi utilizado um BlakBerry Z10 equipado com um chip de encriptação da Secusmart.

François Hollande (França)

O ex presidente francês, era inseparável do seu iPhone 5. Esse celular foi usado para estar em contato constante através de mensagens de texto com sua esposa Julie Gayet. Supostamente, o Iphone presidencial é apenas para uso pessoal.

Vladimir Putin (Rússia)

O presidente Vladmir Putin optou por não ter um celular, porém, algumas vezes ele já foi visto com um MTS-Glonass 945, modelo Android. Em 2006, Putin teria alegado que tinha vários celulares, mas não usava nenhum deles devido a sua falta de tempo, então optou por usar outros métodos de comunicação, mas em 2010, ele voltou a alegar que não tinha um telefone celular. Esse receio de ter um celular poderia estar ligada à preocupação com a segurança gravada nele desde seus tempos em que era espião da KGB.

É importante lembrar que as autoridades trocam de celulares com frequência, estando sempre em busca de um top de linha.

Os comentários estão encerrados.

WhatsApp chat